fbpx

Cesariana

Cesariana

Resumo: porque as mulheres que fazem cesariana estão mais sujeitas a desenvolver Diástase Abdominal

Sabem que as mulheres que fizeram cesariana estão muito mais sujeitas a desenvolver Diástase Abdominal (separação dos músculos) depois do bebé nascer?

Depois de uma cesariana, o cérebro perde a sua ligação com os músculos abdominais. Particularmente, nos músculos que foram afetados pela incisão e os que estão à volta.

Isto explica aquela sensação de dormência nos abdominais, ou não os sentir de todo, lembro-me perfeitamente dessa sensação!

Se não usarem os exercícios e técnicas corretas para restabelecer essa ligação, muito dificilmente se livram daquela “barriga de avental”.

Ainda para mais, em todo o lado há planos e exercícios mágicos para acabar com a “barriga de mamã” com foco no abdominal inferior: pranchas, bicicletas, crunches…
Eu digo-vos pela minha experiência pessoal, se os fizerem só vão agravar a Diástase Abdominal e tornar o processo de recuperação bem mais difícil e demorado.

Eu fiz 3 cesarianas, depois da terceira, decidi trabalhar, investigar, aprender quais os exercícios que me poderiam ajudar. Recuperei de uma Diástase que tinha desde o primeiro bebé, pelo meio fiz inúmeras coisas que não devia por desconhecimento, mesmo sendo profissional de fitness.

Elaborei um plano que tanto as grávidas, como mamãs recentes ou qualquer pessoa que queira recuperar a sua barriga lisa, pode fazer.

Marta Moura Fit

 

Siga-me nas redes sociais

 

Parcerias

Honda
Gimnica
MYPROTEIN
MYPROTEIN